Siga o Portal do Holanda

Após 17 mortes

SSP e MP voltam a discutir medidas para conter guerra entre facções em Manaus

Publicado

em

Foto: Divulgação / MP-AM Foto: Divulgação / MP-AM
Foto: Divulgação / MP-AM

Manaus/AM - Ministério Público do Estado (MPAM) e gestores da área de Segurança Pública estadual voltaram a se reunir, na tarde desta quinta-feira (7), para debaterem as medidas de enfrentamento à criminalidade, culminada com a guerra entre facções criminosas simbolizada por mortes quase diárias formando um cenário de guerrilha urbana como foram as 17 mortes ocorridas na madrugada do último dia 30 de outubro. 

Pelo MPAM, participaram da reunião a Procuradora-Geral de Justiça (PGJ) Leda Mara Nascimento Albuquerque, o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos Carlos Fábio Monteiro, e os promotores de Justiça Reinaldo Nery e Flávio Mota, coordenador e integrante, respectivamente, do Grupo de Ação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Pelo Poder Público estadual, estavam o Secretário de Segurança Pública Louismar Bonates, a Secretária de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania Caroline Braz, o Subcomandante-Geral da PM Sílvio Mouzinho e o diretor de policiamento metropolitano delegado George Gomes.

"O Ministério Público quer se colocar como uma instituição também preocupada com essa situação e disposta a trabalhar para minimizar esse cenário de matança. Um cenário que nós não estamos conseguindo mais conter e, pelo contrário, estamos começando a entender isso como algo natural, algo que banalizou a execução no nosso estado", disse a Procuradora-Geral de Justiça ao saudar os gestores públicos visitantes.

Em conversa que seguiu de maneira reservada, os membros do Ministério Público ouviram o relato das ações que deverão ser tomadas para conter a onda de violência. Em menos de oito dias, é a segunda vez que o titular da SSP visita o MPAM para falar do enfrentamento da violência na capital. A última vez aconteceu horas após terem acontecido as mortes de 17 supostos bandidos por policiais militares da Rocam (Rondas Ostensivas Cândido Mariano).

As mulheres no crime organizado: Sexo, dinheiro e morte

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.