Siga o Portal do Holanda

SAÚDE

Conheça 5 alimentos naturais que prometem resolver problemas de impotência sexual

Publicado

em

Existem alguns exemplos que são considerados "remédios caseiros" e naturais quando o assunto é impotência sexual masculina.
Comum entre homens dos 50 aos 80 anos, tem se tornado cada vez mais frequente nos mais jovens, afetados pela ansiedade, depressão ou outras circunstâncias.

A perda de libido e de desejo sexual são algumas das situações que se pode enfrentar, como também a mais comum quando a ereção não acontece ou, se acontece, não é suficientemente rígida para permitir a penetração e uma relação sexual satisfatória. Conheça 5 alimentos que você pode ter para resolver esse problema:

1. Alecrim - Muito ligado a energia e com muitos benefícios para o cérebro e pra concentração, a plantinha se torna um grande aliado. O consumo do chá é um dos mais recomendados, podendo ser potencializado se misturado com o chamado Chapéu-de-Couro ou com raiz da Catuaba.

2- Marapuama:  O chá com Marapuama melhora a circulação sanguínea e aumenta tanto o desejo sexual como a líbido, sendo por isso uma ótima opção para ajudar no tratamento da impotência sexual. 

3 - Raiz de Catuaba - Famosa por sua bebida alcoolica, em sua versão natural a catuaba é uma ótima raiz para aumentar a líbido, melhorando o desempenho sexual. O chá das raízes é a recomendação dos especialistas para que sejam absorvidas pelo corpo todas as propriedades.

5 - Tribulus Terrestris - O chá dessa flor, e principalmente de suas folhas, possui propriedades que aumentam a produção de testosterona, sendo por isso muito utilizado no no tratamento de impotência e além disso aumenta o desejo e apetite sexual. 

O ataque dos assassinos em série (serial Killers)

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Leia a Bula - Entrevista com o prof. DANIEL HOFFMANN / Saúde dos Pets


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.