Siga o Portal do Holanda

Bolsonaro, o capitão que não sabe comandar

Publicado

em

Resumo da Coluna

  • Medidas do capitão, beneficiando os colegas de farda, acabaram estimulando as pms a pressionar os governos estaduais por reajustes de salários, aumentando o caos na segurança...

Em pouco mais de um ano de governo, o presidente Jair Bolsonaro conseguiu semear a cizânia entre seus apoiadores. Medidas do capitão beneficiando os colegas de farda, acabaram estimulando as pms a pressionar os governos estaduais por reajustes de salários.

Ao longo do ano Bolsonaro distribuiu benesses, como a reestruturação da carreira na reforma da Previdência, e agora o bônus da contratação de até 7 mil militares da reserva pelo INSS.

Mas a presença militar no governo logo deixou evidente a influência da ideologia militarista, agregando o corporativismo e o conservadorismo inatos nas Forças Armadas.

Um sentimento que aflora nas forças estaduais, cujo pressão por benefícios iguais vem causando transtornos aos governadores. O próprio governo pode colocar o país em confronto. 

O caso do Ceará, onde os pms lideram não uma greve, mas uma rebelião, é  o mau exemplo que se pode medir como consequência de ações de um capitão que não tem sabido comandar o País. 


+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.