Siga o Portal do Holanda

'Maus Caminhos' pode chegar ao governo Wilson Lima'

Publicado

em

A quarta fase da 'Maus Caminhos', divulgada nesta segunda-feira em coletiva pelo Ministério Público Federal não tem relação com o governo Wilson Lima. Ainda. Mas retrata muito bem fatos que vem sendo denunciados e que  precisam ser investigados.

As denúncias versam  sobre a ação de lobistas que estariam trabalhando  em cima de informações privilegiadas para conseguir grandes contratos e clara pressão de grupo de influência  para controlar direta ou indiretamente o governo.

O erro do MPF e da Polícia Federal  e não agirem preventivamente, para evitar a sangria do Estado. Nesse contexto, o MP-AM saiu na frente criando  um grupo de trabalho - O GT.

A prevenção é a melhor forma de conter a corrupção. Quando ela se consolida, resta prender seus autores, mas recuperar o dinheiro roubado é um trabalho que exige um esforço que também representa gastos, com resultados duvidosos.

NÚCLEO JURÍDICO

A novidade da coletiva do MPF foi a inclusão de um núcleo jurídico supostamente comandado pelo  advogado Lino Chixaro e outras participações ilustres no esquema de corrupção, como  do empresário da área de saúde Sérgio Roberto Melo Bringel, que continua  muito atuante no atual governo.

O QUE MUDOU?

A pergunta que fica é o que  mudou? A  ‘Maus Caminhos’, como dissemos acima, não tem relação com esse governo.   Mas os fatos que deflagraram as diversas operações policiais continuam, segundo denúncias, ocorrendo de forma acintosa, com a diferença que  a coisa ficou mais grave: se existe, de fato, uma clara ingerência de grupos de pressão sobre o governador eleito, o que gera instabilidade política e administrativa, então é um caso de policia e os órgãos de controle precisam agir rapidamente. Deixar que as quadrilhas se organizem para depois prender é um comportamento no mínimo estranho  que precisa ser mudado.

Qualquer influência privada sobre  um governo deve ser investigada. 

POPULARIDADE EM ALTA

Pesquisa realizada pelo Instituto Pontual revela que o prefeito de Coari, Adail Filho, continua com a popularidade em alta: 63,5% aprovam seu governo, contra 35 por cento  que desaprovam. O Instituto ouviu cerca de 600 eleitores. A pesquisa coloca Adail como o gestor municipal mais popular no interior do Amazonas. 

 

 

+ BASTIDORES DA POLÍTICA

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

ABRE A BOCA E FECHA OS OLHOS: LUCIANA FELICORI, RESTAURANTEUR & ENÓFILA

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.