Siga o Portal do Holanda

Brasil

Motorista mata 1 e fere 5 ao avançar contra protestantes do MST

Publicado

em

Foto: Direção Estadual- MST-Divulgação

Um motorista avançou com o veículo sobre moradores de uma ocupação do Movimento Sem Terra (MST) em Valinhos (SP) na manhã desta quinta-feira (18) e matou um homem de 72 anos. O grupo fazia uma manifestação no momento da ocorrência. Outras cinco pessoas, entre elas um jornalista que gravava o ato, ficaram feridas. O motorista fugiu.

Segundo um site de notícias do Globo, polícia Militar, Guarda Municipal e Polícia Civil foram para o local. O suspeito ainda não foi localizado. O trânsito ficou bloqueado no trecho até as 11h15 e foi liberado.

De acordo com o advogado da ocupação "Marielle Vive", Alfredo Bonardo, por volta das 8h os moradores pediam fornecimento de água e assistências escolar e de saúde para a Prefeitura de Valinhos durante o protesto na Estrada dos Jequitibás, onde ficam as moradias. Entregavam folhetos a quem passava pelo local para expor a situação dos habitantes.

A estrada é de mão dupla e estava bloqueada durante a panfletagem. Foi quando uma caminhonete preta se aproximou pela contramão em alta velocidade, informou o advogado.

Aproximadamente 400 pessoas participavam do ato, segundo Bonardo, sendo metade concentrada na pista. Os manifestantes tentaram ir atrás do assassino, mas o motorista mostrou que estava armado, informou o advogado.

A Polícia Civil disse que vai apurar todas as informações e busca imagens feitas no momento do atropelamento.

De acordo com a Prefeitura de Valinhos, os serviços de educação e saúde para os moradores da ocupação estão sendo oferecidos desde o início do ano. A primeira remessa de água potável foi enviada ao assentamento nesta quarta (17), afirma a administração.

Entre os atingidos, um idoso foi socorrido de ambulância até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Valinhos, mas morreu, segundo confirmou o Corpo de Bombeiros. A morte também foi confirmada em nota enviada pela direção estadual do MST São Paulo. [Leia a nota no fim da reportagem]

O jornalista, que estava a serviço do MST, teve ferimentos e foi levado para a UPA pelos próprios moradores, onde passou por exames. Segundo apuração da EPTV, afiliada da TV Globo, ele é cinegrafista e estava com a câmera nas mãos quando foi atingido pelo carro. Ele teve alta no fim da manhã e foi para a delegacia da cidade.

Os demais tiveram ferimentos leves durante a confusão e não chegaram a ser levados a unidades de saúde.

 

Caso Flávio Rodrigues e o fato que pode levar a nulidade do processo

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

HORA do H: VANESSA DA SILVA POLLARI, NUTRICIONISTA ESPECIALISTA EM OBESIDADE


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.