Siga o Portal do Holanda

Esportes

Com Neymar e Vinícius Júnior, seleção brasileira perde para Peru

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No reencontro entre a seleção brasileira e o Peru depois da final da Copa América, o desfecho foi melhor para os peruanos, que venceram por 1 a 0 o amistoso disputado em Los Angeles na noite desta terça-feira (madrugada de quarta no Brasil).

Foi apenas a terceira derrota de Tite como técnico da equipe nacional (antes, perdeu para a Argentina em amistoso e para a Bélgica na Copa do Mundo) e o segundo tropeço seguido de seu time, que empatou com a Colômbia na última sexta-feira (6).

Se o Brasil levou a melhor na partida decisiva do Maracanã por 3 a 1 sem a presença de Neymar, nos EUA o atacante do PSG não foi capaz de evitar o revés após entrar na segunda etapa. O gol da vitória foi marcado pelo zagueiro Abram, de cabeça.

Buscando se firmar tanto no Real Madrid quanto no time de Tite, após uma lesão sofrida em março, o atacante Vinicius Jr., de 19 anos, foi convocado pela primeira vez para seleção e fez sua estreia entrando na segunda etapa.

A postura de Tite tem sido cautelosa quanto ao atleta. Preferiu não o chamar para a Copa América mesmo após o corte de Neymar (escolheu Willian, do Chelsea).

"Às vezes a gente superestima a capacidade de maturidade de um atleta que ontem estava na base do Flamengo e agora está no Real Madrid. Tem que ter cuidado. Sei que ele está amadurecendo, mas ainda é cedo", explicou o treinador antes da partida sobre a expectativa para escalar seu camisa 19.

Neymar também começou no banco. David Neres recebeu a chance de ocupar a vaga do camisa 10 e foi o responsável pela primeira boa chance do Brasil na partida, aos 19 minutos de jogo, quando driblou o goleiro Gallese, mas foi travado por Advíncula na hora de finalizar.

Já Everton, que ganhou a vaga de Neres e foi decisivo na campanha do título americano, não foi convocado, uma vez que seu time, o Grêmio, disputava as semifinais da Copa do Brasil no período.

Além da saída de Neymar, o técnico Tite trocou mais três peças com relação ao time titular que empatou em 2 a 2 contra a Colômbia na última sexta-feira (6). Entraram o zagueiro Éder Militão, o lateral Fagner e o volante Allan.

Os quatro estavam no elenco da Copa América, mas só Militão e Allan jogaram a final (entraram na segunda etapa). Fagner e o goleiro Ederson foram os únicos do time desta terça que não enfrentaram o Peru em julho.

A partida desta quarta começou bastante disputada, com a equipe peruana melhor, encaixando boa marcação alta contra a equipe brasileira. Quando não roubavam a bola, faziam falta para parar o lance. As primeiras boas chances do jogo foram do Peru.

O Brasil chegou com perigo apenas aos 19, no lance em que Neres foi travado e desarmado por Advíncula. Só cinco minutos depois é que a seleção chutou pela primeira vez, com Richarlison, em bola que passou à direita do gol.

Ele, inclusive, foi o único a ameaçar a meta adversária em mais duas tentativas na primeira etapa.

Neres e Casemiro protagonizaram um lance forte no primeiro tempo, em bola no alto na qual os dois saltaram para afastar e acabaram chocando cabeças. Os dois ficaram caídos no gramado, o volante com sangramento.

No segundo tempo, Tite esperou até os 17 minutos para mudar e fez três alterações, colocando Neymar, Lucas Paquetá e Fabinho e tirando Roberto Firmino, David Neres e Casemiro.

Nos dois lances que sucederam a entrada do camisa 10, o Brasil levou perigo, com Lucas Paquetá e Richarlison. Quase aos 30 minutos, Vinicius Jr entrou no lugar de Richarlison.

Quando tirou Phillipe Coutinho para colocar Bruno Henrique e lançar o time ao ataque, a equipe de Tite sofreu o gol do Peru.

Os próximos compromissos da seleção brasileira são amistosos no começo de outubro deste ano, ainda sem adversários definidos.

Facções criminosas com poder de influenciar eleição para prefeito de Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.