Siga o Portal do Holanda

Esportes

Exaltado pelo mundo do tênis, Murray ganha elogios de Nadal: 'Você é um exemplo'

Publicado

em

Após surpreender ao anunciar a sua aposentadoria, o escocês Andy Murray ganhou elogios e belas palavras do mundo do tênis em mensagens de tenistas, ex-rivais, torneios e da imprensa inglesa, nesta sexta-feira. "Você é um exemplo de grande atleta e pessoa", disse o espanhol Rafael Nadal.

"Parabéns ao Andy Murray por todas as duas conquistas ao longo destes anos. Foi ótimo poder jogar contra você neste período. Boa sorte com tudo!", declarou o dono de 17 títulos de Grand Slam. "Você não sabe o quanto vamos sentir a sua falta! Você é um exemplo de grande atleta e pessoa."

Murray anunciou na noite desta quinta-feira (manhã de sexta no horário da Austrália) que vai deixar as quadras em Wimbledon. O ex-número 1 do mundo, atual 250º, explicou que ainda sente fortes dores no quadril e que não sabe se conseguirá continuar jogando até o Grand Slam britânico. Mesmo assim, confirmou presença no Aberto da Austrália, que terá início na segunda, em Melbourne.

"Por favor, não pare de tentar. Continue lutando. Eu posso imaginar a sua dor e a sua tristeza. Eu espero que você pode superar isso", disse o argentino Juan Martín del Potro, que já sofreu seguidas lesões e cirurgias nos punhos. "Você merece se aposentar seguindo o seu próprio desejo, quando chegar a hora. Amamos você, Andy, e queremos vê-lo feliz."

O búlgaro Grigor Dimitrov, atual 21º do mundo, também lamentou o anúncio do escocês. "O tênis chegará ao fim para todos nós, mas as amizades vão durar para sempre. O que você fez pelo esporte vai viver para sempre. Espero que você tenha um forte e saudável fim de carreira", disse o jogador.

Atual número 1 britânico, Kyle Edmund disse encarar Murray como referência no esporte. "Para mim, ele vem sendo a minha maior referência, acima de qualquer outro jogador. Ele é o maior tenista britânico da história e talvez o melhor atleta britânico de todos os tempos", declarou Edmund, 14º do ranking.

"Notável disciplina para treinar, para competir, sacrifício, perfeição, um pouco maluco, mas uma lenda como pessoa. Bravo, Andy!", disse o ex-treinador do escocês, Darren Cahill, nas redes sociais.

Ex-rival de Murray nas quadras, o norte-americano Andy Roddick também o exaltou. "Lenda absoluta. Está na pequena lista dos melhores estrategistas da história. Resultados incríveis numa era brutal", disse Roddick, referindo-se ao domínio de Nadal, Roger Federer e Novak Djokovic nos últimos 15 anos do circuito.

Murray é dono de três títulos de Grand Slam, sendo dois deles em Wimbledon, diante de sua torcida. O mais marcante foi o de 2013, o seu primeiro. Com o feito, encerrou um longo jejum de britânicos na tradicional competição, que não era vencido por um tenista da casa desde 1936, com Fred Perry.

"Não importa o que venha a acontecer com você, sua jornada em busca do título de 2013 nunca será esquecida. Você fez mais do que você pensa", registrou o perfil de Wimbledon nas redes sociais.

Aos 31 anos, Murray soma 45 títulos da ATP na sua carreira profissional, com 663 vitórias e 190 derrotas. O britânico foi campeão de Wimbledon em 2013 e 2016, além do US Open em 2012. Ele também é o atual bicampeão olímpico do evento de simples do tênis.

O linchamento dos políticos

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

1 minuto nerd - toy story 4 e aladdin

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.