Siga o Portal do Holanda

Esportes

São Paulo e Bahia empatam sem gols em Salvador

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O São Paulo foi a Salvador e voltou da capital baiana com um empate sem gols diante do Bahia, nesta quarta-feira (9), na Fonte Nova, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o 0 a 0, o técnico Fernando Diniz mantém a invencibilidade no comando tricolor, mas agora chega a dois empates e apenas uma vitória desde que chegou ao clube.

Na estreia do treinador, contra o Flamengo, no Maracanã, a equipe são-paulina também não conseguiu marcar gols fora de casa e deixou o Rio de Janeiro com um ponto.

Com o resultado desta quarta, em Salvador, o São Paulo foi a 40 pontos e se manteve na quinta colocação, a dois pontos do Corinthians, que joga nesta quinta (10) contra o Athletico-PR. No domingo (13), as equipes fazem o clássico Majestoso, no Morumbi.

Já o Bahia caiu para oitavo lugar, com 38 pontos, mas com o mesmo número do Inter, que fecha a zona de classificação para a Libertadores. Essa foi a segunda partida seguida sem vitória dos baianos. No fim de semana passado, a equipe de Roger Machado havia perdido para o Athletico-PR por 2 a 1.

Para o duelo com o Corinthians, Fernando Diniz provavelmente terá o desfalque de Pablo, que deixou em uma maca o gramado da Fonte Nova por um problema muscular. O lateral-direito Juanfran também foi substituído por problema físico e pode virar dúvida para o clássico.

O JOGO

Hernanes teve a primeira chance do jogo logo no primeiro minuto, após boa jogada de Pato pela esquerda. Daí em diante o São Paulo passou a trocar muitos passes, mas criar pouco. O Bahia teve o contra-ataque e chegou com perigo com Ronaldo, mas de modo geral a partida foi mais tática do que emocionante até o intervalo.

O São Paulo voltou para o segundo tempo muito mais interessado em atacar. Pressionou por alguns minutos, mas não o suficiente para abrir o placar. Alexandre Pato apareceu na cara de Douglas Friedrich duas vezes em lances seguidos, mas em ambas as vezes o goleiro saiu bem do gol e levou a melhor.

A qualidade da partida caiu na meia hora final, quando o São Paulo já não conseguia repetir seus melhores momentos. Aí o Bahia voltou a se interessar pela posse de bola e passou a ter o protagonismo do jogo. Os melhores lances foram uma tabela pelo meio da defesa, que terminou em desarme de Bruno Alves, e um chute longo de Gregore que foi espalmado por Tiago Volpi.



BAHIA

Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho, Moisés (Giovanni); Gregore, Flávio, Ronaldo (Rogério); Artur, Elber (Arthur Caike), Fernandão. T.: Roger Machado



SÃO PAULO

Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Bruno Alves, Anderson Martins, Reinaldo; Luan; Tchê Tchê, Liziero (Vitor Bueno), Hernanes; Alexandre Pato, Pablo (Igor Gomes). T.: Fernando Diniz



Estádio: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Juiz: Braulio da Silva Machado (SC)

Cartões amarelos: Lucas Fonseca, Artur (Bahia); Tchê Tchê (São Paulo)

A ditadura da bela contra as feras de Barreirinha

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.