Siga o Portal do Holanda

Monitoramento

10 mil ovos de tracajá devem ser protegidos em unidade de conservação no Amazonas

Publicado

em

Foto: Diego Morgado / Sema

Manaus/AM - Aproximadamente 3 mil ovos de tracajá (Podocnemis unifilis) foram coletados, neste fim de semana, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Igapó-Açu, nos municípios de Borba e Careiro Castanho. A meta é proteger 10 mil ovos depositados nas praias da reserva neste ano. O trabalho faz parte de monitoramento ambiental realizado na Unidade de Conservação (UC), gerenciada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). 

O trabalho de monitoramento e soltura de quelônios é realizado na RDS Igapó-Açu há dez anos, coordenado pelo Projeto Pé-de-Pincha, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), com apoio do Ibama, Sema, Instituto NET Claro Embratel e Prefeitura de Careiro Castanho, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. 

Nas duas primeiras coletas, os moradores das comunidades Nova Geração do Igapó Açu e São Sebastião do Igapó Açu, acompanhados de técnicos ambientais, realizaram a coleta dos ovos depositados nas praias da reserva, que ficam entre seis e nove horas de viagem das comunidades. É feito um levantamento que aponta o local, data, quantidade de ovos e espécie encontrada. As equipes realizam ainda a biometria dos ovos, checando o comprimento, largura e peso.

Os trabalhos de monitoramento na RDS Igapó-Açu devem seguir até o fim deste mês de agosto e são feitos por monitores que vivem na unidade de conservação. Após a coleta, os monitores cuidam dos ovos até a eclosão. Quando os filhotes atingem tamanho que permita a sobrevivência na natureza, são soltos nas praias.

AMAZÔNIA VIOLENTADA. O direito de respirar de nossos filhos

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.