Siga o Portal do Holanda

Após denúncias

Postos têm cinco dias para explicar aumento de preço da gasolina em Manaus

Publicado

em

Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Governo do Amazonas erra e pânico cresce com avanço da Covid-19


Manaus/AM - O Programa Estadual de Proteção e Orientação ao Consumidor (Procon-AM) notificou seis distribuidoras de combustíveis em Manaus por conta do preço da gasolina, nesta sexta-feira (17). Com isso, as empresas têm até cinco dias úteis para apresentar justificativa junto ao órgão.

A ação nas distribuidoras dá continuidade à fiscalização iniciada na quinta-feira (16), quando 32 postos de combustíveis foram notificados por cobranças abusivas de gasolina. 

O trabalho, que deve continuar nos próximos dias, atende a uma demanda da população, que tem realizado uma série de denúncias com relação o aumento dos valores nos postos da capital, após a Petrobras anunciar a redução do preço médio da gasolina e do diesel nas refinarias em 3%.

“As seis distribuidoras devem apresentar a documentação que justifique o não repasse ou o motivo do preço não ter diminuído.  O trabalho continuará até que tenhamos uma resposta para sociedade amazonense. O consumidor não pode pagar essa conta”, afirma o diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe.

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.