Siga o Portal do Holanda

Amazônia queima, Bolsonaro vacila e Macron se ‘apropria’ da região

Publicado

em

Bolsonaro é muito inábil. E lento. Fala demais e age pouco. Como suas palavras são como minas espalhadas nessa estrada chamada Brasil - o que se vê são explosões aqui e ali. E incêndios que ele não consegue apagar.

Foi assim no caso da substituição do superintendente da Policia Federal no Rio,  que levou tempo e acabaram impondo um nome que não era o que ele gostaria; está sendo assim no caso do substituto de Raquel Dogge na Procuradoria Geral da República, que ele custa a indicar,  enquanto cresce o movimento por um nome do gosto dos procuradores.

E é assim no caso da Amazônia, onde o fogo das palavras fez o fogo real se espalhar causando constrangimento internacional ao país e provocando um imenso desgaste na imagem do presidente.

Com relação à Amazônia, sempre cobiçada, o que se observou foi uma absoluta inoperância do presidente e de seu governo, paralisados diante das máscaras que caíram, como a do presidente francês Emmanuel Macron, que foi ousado ao dizer  que a Amazônia não pertence apenas aos brasileiros: “Nossa casa está pegando fogo”. Quer dizer, Macron acha que a Amazônia é dos franceses. E agora pretende levar o assunto à reunião dos 7 países mais ricos do mundo.  Ainda bem que o Trump vai estar lá, com suas loucuras, mas pode ser muito útil ao Brasil se frear Macron. Vejam em que situação Bolsonaro colocou o país.


+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.