Siga o Portal do Holanda
Falta competênca

Saúde é presa fácil de manobras escusas e desvios criminosos no Amazonas

Publicado

em

O prazo de vigência de três convênios, somando R$ 6,988 milhões, expirou em junho, e três UPAs deixaram de ser construídas, no Jorge Teixeira, no Novo Israel e em Petrópolis. O dinheiro teve de ser devolvido ao FNS. Milhares de pessoas ficaram prejudicadas.

Devolver recursos de convênios por pura maldade política, deixando milhares de pessoas carentes sem atendimento de saúde, revela uma incompetência perniciosa e desumana.

Sem um comando forte no Estado, a saúde é presa fácil de manobras escusas e desvios criminosos de recursos, por pessoas e entidades notoriamente corruptas e corruptoras.

Unidades como o Delphina Aziz tornam-se ‘buracos negros’ sugando milhões do Estado, enquanto o governo alardeia uma crise para a qual tem dado uma lamentável parcela de contribuição, reunindo de um lado amadorismo, desconhecimento de um setor vital,  e,  de outro, incompetência administrativa. O que deriva daí é a corrupção.

Este é o retrato mais cruel de uma realidade mistificada com as tintas da propaganda oficial, que repete mil vezes as fake news de uma saúde que só está bem para quem dela não precisa.

Até quando o povo do Amazonas vai aguentar esse estado de desgoverno, aceitando que seus representantes políticos deem sustentação a um governo menor que afunda o Estado no caos?

Recurso devolvido

Recurso devolvido

Recurso devolvido

v


+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.